top of page

O dom inigualável de Monty Roberts para lidar com cavalos fez dele um mestre na utilização da linguagem na comunicação, chamada por ele de “Equus”. A obra O Homem que Ouve Cavalos ficou por mais de um ano na lista dos dez best-sellers nos EUA e na Inglaterra, segundo a revista Publishers Weekly. Roberts utiliza métodos revolucionários de comunicação, os quais já empregou em mais de 3.000 animais, ao longo de mais de 40 anos de trabalho. O amor pelos cavalos, que considera irmãos, e seu aguçado senso de observação fizeram dele um pioneiro na comunicação. Descobriu que é a égua mais velha que traça os itinerários e castiga os potros mais rebeldes. Enquanto que o papel dos garanhões é apenas cuidar dos seus haréns e vigiar os animais predadores.

O homem que ouve cavalos

  • Monty Roberts